Marketing de Conteúdo [Veja o que é, Benefícios, Ferramentas]

O Marketing de Conteúdo é uma tendência mundial e se baseia em uma estratégia que cria conteúdos que sejam altamente relevantes para o público.

Sendo assim, quem deseja continuar atraindo clientes e garantindo uma ótima lucratividade para o seu negócio, precisa da visibilidade que essa técnica pode oferecer.

Pensando justamente nisso é que hoje vamos entender um pouco mais sobre o Marketing de Conteúdo, como funciona e como dominar essa estratégia moderna para aquisição de clientes.

Entendendo o que é o Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo consiste em uma estratégia que serve para aumentar o engajamento do público-alvo e fazer a sua rede de clientes em potencial aumentar mais ainda.

Tudo isso por meio da criação e conteúdos inteligentes, relevantes e que tenham um real valor para o público.

Dessa forma, é possível atrair o público e aumentar o valor da sua empresa, criando uma percepção positiva, que resultará em um amento do número de conversões.

É preciso lembrar que o mercado está mudando e que a forma de consumir também está.

Antes, a televisão exibia os comerciais e as pessoas simplesmente consumiam aquele conteúdo passivamente. Contudo hoje, com a crescente presença da internet, o público tem um poder de escolha infinitamente maior.

Ao mesmo tempo, você também tem o poder de produzir um conteúdo cada vez mais preciso e voltado para a necessidade desse público. Por isso o Marketing de Conteúdo é tão valioso.

Tudo isso faz parte da técnica de Inbound Marketing, que visa sempre conquistar o público por meio da atração e única impondo conteúdos a eles.

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é a estratégia mais importante do Marketing digital nos dias de hoje e é dentro dela que encontramos o Marketing de Conteúdo.

Então, para começar, vamos entender que o Inboud Marketing nada mais é do que estratégias que trabalham sempre para atrair o público, agindo de uma forma não invasiva.

É bem diferente das estratégias do marketing tradicional que vemos até hoje, que são mais agressivas a ativas.

O que você quer aqui é atrair o cliente de maneira sutil, mostrando a ele que a sua empresa tem a melhor solução para o problema dele e garantindo que ele virá até você por conta própria, pois o considera uma referência na área.

É exatamente por esse motivo que o Inboung Marketing também é conhecido como marketing de atração, sendo baseado em 4 premissas básicas e simples:

  • Atrair: usando conteúdos relevantes para atrair visitantes interessados.
  • Converter: finalidade de transformar o visitante em lead, trazendo-o para mais perto do seu negócio e transformando ele em cliente potencial.
  • Venda: quando o lead está interessado no produto que a sua empresa oferece, você se mostra como a melhor opção do mercado e a venda ocorre.
  • Encantamento: depois da compra a relação não deve terminar, pois é mais fácil manter um cliente já adquirido do que conquistar um novo. Então, é importante oferecer suporte, bom atendimento e conteúdos interessantes, para mantê-lo encantado.

Dessa forma, se você conseguir seguir esses passos, atrair clientes e conquistar a confiança deles usando ótimos conteúdos, certamente terá excelentes resultados de vendas.

Vantagens que o Marketing de Conteúdo Oferece

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia extremamente eficiente e para que você possa ter uma ideia, dados mostram que cerca de 73% dos empreendimentos do país já fazem uso dessa técnica em sua estratégia para aquisição de clientes.

Quem traz esses dados e a Content Trends, que é a maior pesquisadora na área do Marketing de Conteúdo do Brasil.

Sem dúvidas, esses números mostram o que a maioria das empresas brasileiras já conseguiu entender a importância dessa estratégia para o sucesso dos negócios.

Então, vamos entender a seguir as principais vantagens que o seu negócio poderá usufruir se apostar em uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo:

  1. Intensificação do Tráfego

Dados da mesma pesquisa já citada mostram que quase 90% das pessoas hoje utilizam o Google para se informar, logo, seu site pode ser a porta de entrada para novos clientes.

Dessa forma, apostar na produção de um conteúdo relevante e rico é a forma mais inteligente de posicionar bem o seu site nos mecanismos de busca, para que ele seja encontrado pelo público.

  1. Reconhecimento da Marca

Quando você pensa em notícias, certamente tem um portal que vem à sua cabeça. Quando pensa em dicas de moda, certamente lembra de um site que é referência.

O que você precisa fazer é investir no Marketing de Conteúdo para que sua empresa e sua marca possam se tornar essa referência para o público. Lembre-se que as pessoas compram e se envolvem com marcas que são agradáveis e que trazem familiaridade.

Um visitante assíduo do seu blog, certamente preferirá comprar de você ao invés de outro site desconhecido, pois já o conhece.

  1. Engajamento com a Marca

O anterior falava sobre aumentar o número de pessoas que possuem uma percepção mais positiva da sua marca, o engajamento é sobre construir um relacionamento mais aproximado e frequente com um público mais seletivo.

Com o conteúdo de qualidade, é possível aumentar o número de interações que as pessoas terão com a marca, conseguindo um ótimo engajamento.

  1. Educando o Mercado

É comum que, algumas vezes, o público-alvo não entenda exatamente como funciona o seu mercado ou qual a finalidade dos produtos que você oferece.

Com uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo, você pode ensinar o público e ainda educar o mercado para que entendam a impotência do seu empreendimento.

Tendo isso, eles se sentirão aptos a tomar uma decisão por conta própria.

  1. Estimula as Vendas

O principal objetivo de quase todos os negócios é a venda, contudo, isso não significa que você não deva se preocupar com outras etapas do processo, como a geração de leads, formação do mercado e muito mais.

Isso porque tendo uma boa estratégia de marketing ativa é possível conquistar um número ainda maior de vendas, direcionando suas ações para o foco correto.

  1. Aumenta a Geração e Leads

Se você já tem um bom número de acesso em seu site mas ainda não tem informações sobre ele, seu número de conversões será muito baixo, pois não terá como enviar conteúdos atrativos para guiá-los nas etapas do funil de vendas.

Mais do que isso, conteúdos ricos fazem com que as pessoas tenham interesse maior e não tenham problemas em dar seus dados, tornando-se leads.

  1. Incremento do LTV (Lifetime-Value)

O LTV é o valor total que um cliente gasta na sua empresa anualmente. Digamos que uma pessoa compra algo de R$ 100 da sua empresa duas vezes por ano, o seu LTV é de R$200.

Na maioria dos casos, é muito mais barato para o empreendimento voltar a vender para uma pessoa que já é cliente do que atrair um novo cliente repetidas vezes.

Por isso, o uso de conteúdo é uma excelente estratégia, pois mantém o cliente engajado com a empresa e estimulando-o a comprar novamente, aumentando o LTV.

  1. Diminuição do CAC (Custos de Aquisição de Cliente)

O CAC considera o valor que você investe para fazer com que uma pessoa chegue até a sua página, se torne um lead e faça uma compra. Se durante todas as etapas do funil você investe R$1000 em estratégias, criação de conteúdo e outros e, ao fim do funil, você consegue 2 vendas, seu CAC é R$500.

Claro que essa é uma explicação bem simples, mas o fato é que para qualquer empresa, o interessante é que o CAC seja o mais baixo possível.

Adotando uma estratégia de Marketing de Conteúdo, é possível conseguir uma grande redução do CAC, entregando materiais ricos e que atraem tanto a pessoa que ela toma a decisão de compra por si só.

Planejando uma Boa Estratégia de Marketing de Conteúdo

Melhores Estratégias de Marketing de Conteúdo

Implementar uma boa estratégia de marketing de conteúdo é algo que vai muito além de simplesmente escrever um texto simples… essa é, na realidade, a menor parte disso.

Primeiramente, é necessário ter objetivos bem definidos, as estratégias que serão usadas e também as métricas que serão avaliadas.

Pois bem, o planejamento é tudo aquilo que vem antes da ação em si, ou seja, antes de você começar a criação do conteúdo de fato. Isso compreende a escolha da linguagem usada, dos temas que serão abordados, das palavras-chave e todos outros detalhes fundamentais.

Vamos entender mais:

  • Definindo KPIs e Objetivos

Tendo um objetivo claro fica mais fácil entender para onde você deve direcionar suas ações, baseado sempre no cumprimento dessas metas já estabelecidas.

Já os KPIs são indicadores de performance e são eles que ajudam você a entender se suas estratégias estão dando os resultados que você esperava.

  • Definição das Personas

Para poder criar um conteúdo atraente e rico, você precisa saber para quem irá produzir ele. Por isso mesmo é que a definição de uma persona ajuda muito, pois você irá agir pensando sempre naqueles que têm potencial de se tornarem clientes.

Lembre-se que esse conceito não tem nada a ver com o público-alvo. Ao passo que o público-alvo classifica um grupo por demografia, idade, sexo e outros parâmetros, a persona consiste na descrição fictícia de quem seria o seu cliente ideal.

Para isso, é preciso fazer pesquisas aprofundadas nos melhores clientes, a fim de identificar traços que todos tenham em comum e que possivelmente se repetirão em futuros clientes.

  • Encaixando o Marketing de Conteúdo no Funil de Vendas

O funil de vendas já é uma estratégia amplamente utilizada na área do marketing, sendo uma maneira muito clara de mostrar como ocorre o processo de vendas.

Dessa forma, o funil tende a receber muito volume no topo, mas pouco no final, demonstrando que apenas uma pequena parcela das pessoas que chegam até você irão se tornar clientes mesmo.

Isso é muito importante para que seja possível entender e que ponto ocorre a conversão e quais são os esforços necessários para que isso ocorra.

Embora a maior parte seja feita pela equipe de vendas, o Marketing de Conteúdo pode ter uma grande relevância, tornando o processo ainda mais eficiente e rápido.

  • Canais

Tendo uma persona bem definida, objetivos claros e uma estratégia de funil de vendas bem estabelecida, o próximo passo é determinar quais são os meios que serão utilizados para aquisição dos clientes.

Em outras palavras, é definir onde você irá disponibilizar seu conteúdo.

É importante frisar que não existe um canal melhor que o outro e a escolha irá depender de onde a sua persona está.

Não adianta nada ficar postando no Twitter se o seu público se encontra no Facebook, por exemplo.

Mais do que isso, dedique em apenas aqueles canais aos quais você poderá se dedicar verdadeiramente, pois é melhor estar em poucos canais mas com uma presença forte do que estar em vários e com uma presença muito fraca, ausente e que é insuficiente para gerar um relacionamento.

Dentre os principais canais, podemos citar os blogs, redes sociais, vídeos, e-mail e outros.

Principais Ferramentas Para Marketing de Conteúdo

Melhores Ferramentas de Marketing de Conteudo

Como já foi possível notar, ter uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo exige bastante empenho e dedicação. Contudo, existem muitas ferramentas que podem ajudar a facilitar todo esse processo, ajudando com o disparo de conteúdos, métricas e outros.

Vamos conhecer algumas delas logo a seguir:

  • Ferramentas Para Blogs

Os blogs servem para uma grande variedade de tarefas, que podem ir muito além de apenas escrever textos. Além disso, é preciso de uma boa interface, estrutura de navegação e acompanhamento dos dados diários de acesso.

Por isso que ferramentas como Joomla, WordPress, Drupal e CMS podem ser úteis.

  • Ferramentas de SEO

Ferramentas como SEMRush, BuzzSumo e Keyword Planner do Google podem ajudar com a escolha das palavras-chave e na identificação de oportunidades de ranquear.

  • Ferramentas de Automação

Hubspot, MailChimp e RD Station são ótimas para ajudar na nutrição de leads, segmentação de dados e criação de fluxos de mensagens, entre outros.

  • Ferramentas de Mídias Sociais

O gerenciamento de mídias sociais é cansativo, mas algumas ferramentas permitem agendamento de postagens, monitorar o alcance e engajamento e outros detalhes.

Dentre elas, podemos citar o Quintly, o Hootsuite e o Buffer, entre outras mais específicas para determinadas redes sociais.

  • Ferramentas de Monitoramento

Além do clássico Google Analytics, que traz métricas bem detalhadas, você ainda pode contar com o PowerBi, que irá reunir todas as métricas da sua estratégia, proporcionando uma gestão mais interativa e precisa.

Então é isso! Agora você já tem um conteúdo incrível sobre Marketing de Conteúdo, sua importância, como deve ser implementado e como usá-lo pode ajudar a garantir os melhores resultados para o seu empreendimento!

Deixe seu comentário